Alunos de curso técnico participam de técnicas de produção de animais e plantas

por Rebeca Lopes Silva publicado 12/05/2016 16h41, última modificação 12/05/2016 16h41
Alunos de três turmas do curso Técnico em Agropecuária integrado ao ensino médio, do Campus Amajari do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR-CAM), participaram, no dia 07, de visita técnica para o acompanhamento de técnicas de produção de bovinos, ovinos, aves, suínos, plantas forrageiras e olerícolas.

Alunos de três turmas do curso Técnico em Agropecuária integrado ao ensino médio, do Campus Amajari do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR-CAM), participaram, no dia 07, de visita técnica para o acompanhamento de técnicas de produção de bovinos, ovinos, aves, suínos, plantas forrageiras e olerícolas.

A visita foi realizada na Fazenda Mapuruaba, Município do Amajari, com o acompanhamento dos professores Lilian Rosa, Wilma Faria, Roberson Carvalho e Diego Coelho. O objetivo foi complementar o ensino e a aprendizagem, dando ao aluno a oportunidade de visualizar a aplicação dos conceitos estudados em sala de aula. Esse recurso didático-pedagógico proporciona ótimos resultados educacionais, garantindo aos discentes vivenciar a prática das atividades, tornando o processo de aprendizagem mais motivador e significativo.

Nesse sentido, durante a visita os discentes tiveram a oportunidade de conhecer os tipos de instalação para as diversas criações animais utilizados na região e os processos de produção, bem como os principais entraves à produção agropecuária no interior de Roraima.

De acordo com a docente Lilian Rosa, do componente Forragicultura, os alunos puderam verificar a relação dos conteúdos estudados em sala de aula com a prática do produtor, por meio da observação e da análise das principais técnicas de manejo utilizadas na criação de aves, ovinos e bovinos de corte. Também observaram o manejo das pastagens com a implantação de capineiras, utilizadas com sucesso na produção de animais ruminantes, com baixo custo.

Os estudantes acompanharam a realização de práticas de sanidade, que devem ser aplicadas na técnica de castração de ovinos e no controle de ectoparasitas e endoparasitas de ovinos e equinos. Segundo a professora Wilma Faria, os discentes puderam entender como as técnicas de manejo sanitário, juntamente com o bem-estar animal, podem aumentar a rentabilidade dos empreendimentos rurais.

Os alunos puderam ainda observar, com o professor Roberson Carvalho, de Olericultura, uma pequena horta trabalhada de forma artesanal, mas bastante saudável e barata, pois utiliza como adubo apenas esterco da própria fazenda, nas plantas frutíferas, condimentares e medicinais, atividade comumente praticada em propriedades rurais pertencentes à agricultura familiar da região.

 

Lílian Rosa

IFRR/CAM

12/5/16