Atividades no Campus Amajari tratam da questão ambiental

por Rebeca Lopes Silva publicado 31/05/2016 09h54, última modificação 31/05/2016 09h54
Quatro grupos de alunos do curso de alternância do Campus Amajari do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (CAM-IFRR) estão desenvolvendo atividades em espaços externos da unidade, com o objetivo de chamar a atenção para a questão ambiental.

Quatro grupos de alunos do curso de alternância do Campus Amajari do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (CAM-IFRR) estão desenvolvendo atividades em espaços externos da unidade, com o objetivo de chamar a atenção para a questão ambiental.

As ações fazem parte da disciplina Geografia, ministrada pelo professor Evaldo Pulcinelli. Na reta final da matéria, um dos conteúdos trata da questão ambiental, culminando com a Semana Mundial do Meio Ambiente, comemorada dia 5 de junho.

O primeiro grupo está utilizando material reciclado por baixo e cimento por cima para construir um pequeno monte na frente do CAM, que terá a frase “Preserve o Meio Ambiente”, além de ornamentar ao redor com pedras e plantas para criar as iniciais da instituição.

Paralelamente, outros alunos estão realizando atividades para chamar a atenção sobre a existência de produção de energia renovável, como a eólica e a solar, no campus. A casa que faz uso de energia limpa é a da Coordenação de Alojamento, localizada entre os alojamentos masculinos e femininos. “Eles (alunos) estão trabalhando com garrafas pet e vão colocar placas informativas para dizer que ali tem energia limpa”, disse Pulcinelli.  

O terceiro trabalho, feito pelos alunos do alojamento masculino, visa à sensibilização relacionada à importância de preservar os ambientes coletivos, dando novo visual externo ao local, com placas com dizeres sobre meio ambiente e preservação. Também será feito um trabalho sobre como fazer a destinação correta do lixo e haverá um mutirão de limpeza.

Conforme Pulcinelli, o quarto trabalho será a grafitagem da área externa do ginásio, explorando o tema meio ambiente. “Todo ano, temos atividades sobre o meio ambiente no CAM. No ano passado, nós trabalhamos a área total do campus, identificando os limites e a possibilidade de uso da terra, os locais que podem ser destinados à criação de animais e vegetais, além de palestras educativas e filmes sobre a temática”, explicou o professor.

Os alunos participantes avaliam positivamente a iniciativa. “É muito interessante. Além de trabalharmos em grupo, iremos fazer com que as pessoas parem e reflitam, nem que seja apenas por um segundo, trazendo um impacto que talvez mude a atitude de muitos”, disse Denise Pinho, do grupo responsável pela grafitagem.

Para a discente Adriceli Santos, do grupo da jardinagem da área frontal da unidade, os alunos, ao mesmo tempo em que repassam às pessoas a importância de preservar o meio ambiente, aprendem. “Por meio dessas ações que começamos, entendemos que podemos agir contra esse tipo de coisa [a falta de preservação do meio ambiente] e mudar, sim, esse cenário. Basta termos boas ideias como essas, simples, mas o que vale é vale a intenção”, afirmou.

 

Rebeca Lopes

IFRR/CCS/CAM

30/5/16