Campus Amajari lança concurso de redação para alunos do município

por Rebeca publicado 01/11/2017 11h30, última modificação 01/11/2017 14h11
Com o objetivo de contribuir para a melhoria da educação do município, por meio do incentivo à leitura e à escrita, o Campus Amajari do Instituto Federal de Roraima (CAM-IFRR) lançou o edital do VIII Concurso de Redação para alunos das redes federal, estadual e municipal do Amajari.

Com o objetivo de contribuir para a melhoria da educação do município, por meio do incentivo à leitura e à escrita, o Campus Amajari do Instituto Federal de Roraima (CAM-IFRR) lançou o edital do VIII Concurso de Redação para alunos das redes federal, estadual e municipal do Amajari.

Com o tema “Etnia, cultura e diversidade: uma escola para todos”, o concurso está assim dividido: categoria I – alunos do 5.º ano do ensino fundamental; categoria II – alunos do 9.º ano do ensino fundamental; categoria III – alunos do ensino médio (regular) e técnico. A novidade nessa edição será a participação dos servidores do Campus Amajari (categoria IV).

O período de entrega das redações à Comissão de Avaliação será de 6 a 10 de novembro, das 7h30 às 11h30 e das 14h às 17h. Cada escola ficará responsável pelo encaminhamento das redações ao CAM, que fica na Rodovia Antonino Menezes da Silva (RR 342), Km 03, Amajari.

Em todas as categorias, cada aluno poderá concorrer com apenas uma redação, que deverá ter título e ser escrita em uma lauda de papel A4 ou pautado. Alunos do ensino fundamental (categorias I e II) podem escrever um poema. Nas categorias III e IV, o texto deve ser dissertativo-argumentativo com o mínimo de 20 e o máximo de 30 linhas.

As redações devem ser entregues em envelope contendo uma cópia da redação digitada ou escrita à mão, de forma legível, com identificação do nome do candidato, curso (quando for o caso), nome da escola e endereço, categoria e série, conforme modelo contido no edital.

De acordo com a presidente da Comissão de Organizadora, Jacinta Ferreira Rodrigues, as redações serão avaliadas pelos membros da comissão, que são técnicos e docentes do CAM, os          quais vão eleger, entre todas as inscritas, as três melhores de cada categoria. “A comissão vai considerar originalidade, criatividade, ortografia, legibilidade, coesão, coerência e adequação do texto à temática”, explicou.

Sobre a novidade deste ano, que será a participação dos servidores do campus, Jacinta comentou que a ideia de inserir essa categoria surgiu da própria comissão. Para garantir a lisura no processo, um servidor da comissão ficará responsável por receber a redação do servidor, que não vai usar o nome próprio. “O servidor vai se inscrever com um pseudônimo, e apenas um servidor da comissão, que não vai participar da correção, vai saber quem é. Assim, o avaliador não terá como saber a quem pertence a redação”, explicou.

A divulgação da oitava edição do concurso de redação está sendo feita nas escolas do município, incluindo as das comunidades indígenas. Membros da comissão já estiveram nas Comunidades Indígenas Araçá, Mangueira e Três Corações.

Conheça a premiação dos três primeiros colocados nas quatro categorias

CATEGORIA I

1.º colocado – Cesta de chocolate, um livro, medalha de ouro e certificado de participação

2.º colocado – Kit escolar, medalha de prata e certificado de participação

3.º colocado – Camisa, medalha de bronze e certificado de participação

CATEGORIA II

1.º colocado – Caixa de som, medalha de ouro e certificado de participação

2.º colocado – Pen drive, medalha de prata e certificado de participação

3.º colocado – Camisa, medalha de bronze e certificado de participação

CATEGORIA III

1.º colocado – Tablet, medalha de ouro e certificado de participação

2.º colocado – Pen drive, medalha de prata e certificado de participação

3.º colocado – Camisa, medalha de bronze e certificado de participação

CATEGORIA IV

1.º colocado – Tablet, medalha de ouro e certificado de participação

2.º colocado – Cesta de chocolates, um livro, medalha de prata e certificado de participação

3.º colocado – Camisa, medalha de bronze e certificado de participação

 

Rebeca Lopes
CCS/Campus Amajari

CGP