PIONEIRO – Alunos do Campus Amajari passam a ter acesso a dados acadêmicos pelo Suap

por Laura publicado 17/11/2016 11h35, última modificação 22/11/2016 10h03
Os alunos matriculados, neste ano, nos cursos do Campus Amajari do Instituto Federal de Roraima passam a contar com acesso total a horários de aula, notas, declaração de matrícula, comprovante de matrícula, histórico parcial, entre outros. É que a Coordenação de Registro Acadêmico (Cores) adotou, de forma definitiva, o Módulo Edu do Sistema Unificado de Administração Pública (Suap) para as atividades acadêmicas

Os alunos matriculados, neste ano, nos cursos do Campus Amajari do Instituto Federal de Roraima passam a contar com acesso total a horários de aula, notas, declaração de matrícula, comprovante de matrícula, histórico parcial, entre outros. É que a Coordenação de Registro Acadêmico (Cores) adotou, de forma definitiva, o Módulo Edu do Sistema Unificado de Administração Pública (Suap) para as atividades acadêmicas.

Na última semana, os estudantes receberam o login e a senha para acesso ao Suap, que é utilizado pelos servidores públicos federais como ferramenta para acompanhar a vida funcional, e por gestores, para atividades de administração. Desde junho deste ano, o sistema estava em teste pela Cores do CAM, o qual, no âmbito do IFRR, é o campus pioneiro na utilização do Módulo Edu.

De acordo com a coordenadora de Registro Acadêmico, Enyedja Fabricia de Lima Cruz, a utilização do sistema vai trazer vários benefícios tanto para a administração pública, com economicidade, eficiência, transparência dos indicadores e geração de relatórios de gestão, quanto para os pais e os alunos, que passam a ter acesso às notas e aos serviços em qualquer lugar que estejam, bastando ter acesso à internet.

A coordenadora também cita a rapidez na solicitação de documentos, como o Histórico Escolar e a Declaração de Matrícula, que são os mais procurados no setor. “Antes, a declaração saía em até dois dias úteis, e o Histórico Escolar, em até 15 dias. Agora, com a informatização dos dados, o aluno pode acessar o sistema onde estiver e imprimir”, afirmou Enyedja.

Quanto às turmas dos anos anteriores (2015 e 2014), a coordenadora explicou que os alunos devem continuar indo à Cores para solicitar os serviços, pois existe todo um processo para concluir a informatização de dados, que envolve coordenações de cursos e professores, com lançamento de disciplinas, turmas, notas. “Como tem professores que não estão mais no campus, foram removidos, transferidos ou pediram vacância, era quase inviável essa informatização”, avaliou. “A partir deste ano, todas as turmas ingressantes terão acesso ao Suap”, garantiu.

Quem gostou da novidade foi o aluno Eliel Fonseca Barros, 15, morador de Pacaraima, que neste ano começou a cursar o Técnico em Agropecuária integrado ao ensino médio. “Achei bacana. Não precisa mais de papelada; a gente pode usar o celular. Facilitou muito para os alunos, porque não é um programa difícil, a gente pode acompanhar as notas, e para nossos pais. Minha mãe gosta de acompanhar minhas notas, meu comportamento, então vai facilitar ela ter acesso às notas”, disse.

 

Rebeca Lopes
Fotos e Textos: CCS/Campus Amajari
17/11/16