Segunda etapa dos Jogos Internos se inicia com disputas de futsal

por Rebeca Lopes Silva publicado 28/04/2016 19h50, última modificação 29/04/2016 11h09
A abertura ocorreu na tarde desta quinta-feira, dia 28, no ginásio de esportes do Campus Novo Paraíso

A segunda etapa dos Jogos Internos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR) se iniciou com a abertura, na tarde desta quinta-feira, dia 28,  no ginásio de esportes do Campus Novo Paraíso (CNP), sul de Roraima.  Os jogos de futsal e judô, que fazem parte dessa fase, vão ser disputados até sábado, dia 30.

As partidas de futsal deram início às competições. O primeiro confronto ocorreu entre as  equipes femininas do Campus Boa Vista Centro (CBVC) e do Novo Paraíso (CNP). Depois, será a vez dos times masculinos entrarem em quadra. O Campus Boa Vista Zona Oeste (CBVZO) enfrentará o CNP, e, fechando a noite do primeiro dia,  o Campus Amajari (CAM) jogará contra o Campus Boa Vista Centro (CBVC). Até o fechamento desta matéria, o placar da primeira partida marcava 1 x 0 para o CBVC.

Mais de 500 alunos de todos os campi participam da segunda edição dos Jogos Internos, que estão ocorrendo em três etapas. A primeira foi de 14 a 16 de abril, no CAM, com disputas nas modalidades de voleibol, xadrez e tênis de mesa. O CBVC vai sediar as disputas de futebol de campo, handebol, natação, vôlei de praia e atletismo em data a ser divulgada.

Durante a abertura, o reitor do IFRR, Ademar de Araújo Filho, anunciou que, na próxima semana, estará no Triângulo Mineiro (Minas Gerais), para tratar das competições da Região Norte e da etapa nacional. “O Amazonas receberá aqueles que forem selecionados para representar Roraima, e Minas Gerais receberá a etapa nacional. Então, desejamos boa sorte a todos, pois a segunda edição dos nossos Jogos Internos é mais que um momento de consolidação. É uma atividade de integração, e os jogos contribuem para a formação cidadã”, disse.

O diretor-geral do CNP, Eliezer Nunes Silva, destacou, em seu discurso, que os jogos proporcionam interação e integração entre todos os campi. “Quero desejar que todos os alunos façam deste momento desportivo um sucesso”, declarou.

Para o diretor-geral do CAM, Sterfson Barros, a realização dos jogos é um momento especial. “O esporte é uma ferramenta poderosa, pois ensina disciplina, respeito ao próximo, e forma cidadãos. Independentemente do resultado, todos estão de parabéns, pois o mais importante é a integração entre os alunos”, comentou.

 

 

Rebeca Lopes
Márcio Patrício
CCS/CAM/CNP
28/4/16