Servidores do IFRR/CAM participam de visita do MEC a Pacaraima

por Anderson Caldas publicado 15/12/2014 22h10, última modificação 16/12/2014 15h19
A professora Pierlangela Cunha e o jornalista Anderson Caldas, ambos servidores do Instituto Federal de Roraima/Câmpus Amajari (IFRR/CAM), acompanharam a visita de representantes do Ministério da Educação (MEC) à cidade fronteiriça de Pacaraima (RR).

A professora Pierlangela Cunha e o jornalista Anderson Caldas, ambos servidores do Instituto Federal de Roraima/Câmpus Amajari (IFRR/CAM), acompanharam a visita de representantes do Ministério da Educação (MEC) à cidade fronteiriça de Pacaraima (RR). A visita ocorreu na terça-feira (2) e na quarta-feira (3) e teve como objetivo traçar um panorama preliminar sobre a educação básica e a superior realizadas na fronteira com a Venezuela.

A responsável por projetos bilaterais nas Américas, do MEC, Sandra Rejane Sérgio, qualifica as informações colhidas como muito importantes. “A fronteira é muito rica e possui um contexto indígena bastante forte e que precisa ser muito bem pensado. Todo esse caldeirão cultural reflete na escola, na atuação dos professores,  nos alunos em sala de aula, seja na educação básica das escolas municipais e estaduais, seja na educação profissional e nas universidades”, comenta Sandra.

A consultora do MEC, Joana Amaral, disse ter gostado bastante da visita ao Município do Pacaraima. “Fiquei muito impressionada com a realidade, com a diversidade cultural e linguística, com a relação que se tem com a Venezuela. O trabalho do IFRR/Câmpus Amajari é muito impressionante devido à capacidade que tem de leitura da realidade, do contexto em que a escola está inserida, bem como das ações para desenvolver projetos coerentes com a realidade das populações”, conclui a consultora.