CAMPUS BOA VISTA CENTRO - Alunos e servidores escolhem integrantes da comissão eleitoral

por Virginia publicado 12/04/2016 14h30, última modificação 12/04/2016 14h42
Demonstrando consciência política e preocupação com o futuro da instituição, os alunos dos cursos técnicos e superiores do IFRR/Campus Boa Vista Centro participaram, na tarde desta segunda-feira (11), da assembleia para a escolha dos membros da comissão eleitoral que conduzirá o processo de escolha dos novos dirigentes da instituição. A comissão terá três representantes de cada segmento, somando-se nove membros: três técnicos, três docentes e três alunos, escolhidos por seus pares.
CAMPUS BOA VISTA CENTRO - Alunos e servidores escolhem integrantes da comissão eleitoral

A assembleia ocorreu, concomitantemente, na sala de reuniões do CBVC, com os servidores da unidade, e no auditório do campus, com os alunos.

Demonstrando consciência política e preocupação com o futuro da instituição, os alunos dos cursos técnicos e superiores do IFRR/CampusBoa Vista Centro participaram, na tarde desta segunda-feira (11), da assembleia para a escolha dos membros da comissão eleitoral que conduzirá o processo de escolha dos novos dirigentes da instituição. A comissão terá três representantes de cada segmento, somando-se nove membros: três técnicos, três docentes e três alunos, escolhidos por seus pares.

A assembleia ocorreu, concomitantemente, na sala de reuniões do CBVC, com os servidores da unidade, e no auditório do campus, com os alunos. Durante a assembleia, os dez candidatos inscritos puderam defender suas ideias, com o intuito de garantir os votos dos colegas.

Representação dos alunos Lúbia Ingrid Cipriano dos Santos é acadêmica do VII módulo do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas e já participou de outro processo eleitoral no IFRR, mas agora quer se integrar mais para contribuir para a lisura do processo. “No processo eleitoral anterior, não me envolvi efetivamente, mas agora conheço um pouco mais da instituição, e quero contribuir. Esta será a primeira vez que muitos alunos participarão de um processo democrático de escolha, e ela servirá como uma preparação para aqueles que irão votar nas eleições municipais. Assim, creio que a experiência do voto, no âmbito institucional, contribuirá para a formação da consciência política desses alunos. É preciso sensibilizá-los para o fato de que passarão anos aqui e, por isso, nada mais justo do que escolherem os dirigentes de forma consciente”, explicou a candidata.

candidatoindividual2.jpg
No processo eleitoral anterior, não me envolvi efetivamente, mas agora conheço um pouco mais da instituição, e quero contribuir, disse a acadêmica.

Assim como Lúbia, Illas Kleves Cipriano dos Santos, seu irmão e também acadêmico do VII módulo de Ciências Biológicas, se diz motivado em participar ativamente do processo eleitoral. “Além de fazer o monitoramento do processo de escolha dos dirigentes, iremos garantir que tudo vai ocorrer de acordo com as normas legais, pois esse processo se assemelha ao das eleições municipais e tem enorme importância, pois seremos responsáveis pela escolha de nossos gestores”, reforçou o acadêmico.

candidatoindividual3.jpg
Além de fazer o monitoramento do processo de escolha dos dirigentes, iremos garantir que tudo vai ocorrer de acordo com as normas legais, relatou o candidato.

Outro candidato que almeja compor a comissão eleitoral é Kennedy Wendel Leus da Silva, aluno do segundo ano do Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio, que faz parte do Grêmio Estudantil do Campus Boa Vista Centro. Ele enfatiza que é avesso às desigualdades, à corrupção, e defende todo processo democrático de escolha. “Candidatei-me para colaborar e por gostar das questões políticas institucionais. Nesse sentido, oriento que todos os alunos se envolvam e participem de forma efetiva. E, quando da eleição para reitor e diretor, que avaliem as propostas de forma crítica e levem essa experiência para as eleições municipais”, disse.

candidatoindividual.jpg
Kennedy enfatiza que é avesso às desigualdades, à corrupção, e defende todo processo democrático de escolha.

Representação dos servidores – Os servidores técnicos e docentes também escolheram seus representantes. Foram, ao todo, oito inscritos: seis técnicos e dois docentes. No caso dos técnicos, três ficaram como titulares e três como suplentes. Já na representação dos docentes, ficaram três como titulares, com a inscrição de mais um docente na hora da votação.

Foram, ao todo, oito inscritos: seis técnicos e dois docentes.

Entenda o processo eleitoral – A escolha das comissões e das subcomissões eleitorais está prevista no Edital 01/2016 do Conselho Superior do IFRR (Consup), elaborado de acordo com a Lei 11.892/2008, que instituiu os Institutos Federais, e com o Decreto 8.689, que rege o processo de escolha dos dirigentes da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. Posteriormente, será formada uma comissão central com membros das comissões locais

De acordo com o cronograma previsto no edital, a divulgação da composição das comissões eleitorais será feita no dia 14 de abril. Outras informações podem ser obtidas por meio do edital disponível no link a seguir: http://www.ifrr.edu.br/acessoainformacao/participacao-social/conselhos-e-orgaos-colegiados/conselho-superior/editais/2016/retificacao-n-o-01-do-edital-n-o-01-consup

  

Virginia Albuquerque

Fotos: Marcos Sá

CCS/Campus Boa Vista Centro

12/4/2016