Campus Boa Vista Centro terá representação na Mostratec 2016

por Virginia publicado 21/10/2016 11h55, última modificação 21/10/2016 17h31
A aluna Adriana de Souza Schillreff e a professora Aline Cavalcante Ferreira participarão, no período de 24 a 30 de outubro de 2016, da Mostra Brasileira de Ciência e Tecnologia e da Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec 2016), em Novo Hamburgo (RS)

A aluna Adriana de Souza Schillreff e a professora Aline Cavalcante Ferreira participarão, no período de 24 a 30 de outubro de 2016, da Mostra Brasileira de Ciência e Tecnologia e da Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec 2016), em Novo Hamburgo (RS).

As representantes do IFRR apresentarão os resultados do projeto "O uso das tecnologias de comunicação e informação (TIC) no ensino e na aprendizagem dos discentes do Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio na Modalidade Integral", desenvolvido ao longo de 2016 por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e Tecnológica (Pibict).

O projeto tem como principal objetivo investigar as potencialidades do uso das tecnologias de comunicação e informação (TICs) como recurso didático no processo de ensino e aprendizagem dos discentes do Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio, na modalidade integral, do Campus Boa Vista Centro do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima.

Contextualização - A incorporação das TICs ao campo educacional tem sido vista por uma parcela considerável de educadores e instituições de ensino como uma possibilidade de modernização para o sistema educacional, podendo propiciar processos de ensino-aprendizagem cada vez mais interativos, interdependentes e plurais, de forma articulada com a realidade dos sujeitos envolvidos, além de um ensino mais eficaz e eficiente, em que aluno e professor possam aprender e construir o saber de forma mediada e interativa.

No CBVC-IFRR, percebe-se cada vez mais a utilização das TICs e das ferramentas tecnológicas, como o site da instituição e o Q-Acadêmico, criados com o intuito de facilitar a informação e a comunicação entre todos os envolvidos direta ou indiretamente no processo de ensino e aprendizagem.

“Como aluna do curso Técnico em Informática integrado ao ensino médio na modalidade integral e futura profissional dessa área, acredito que devemos estar cientes do quão importantes são essas ferramentas, entre tantas outras disponibilizadas, para que o aprendizado ocorra de forma mais prática e acessível. Entretanto, percebe-se, entre os discentes dos cursos técnicos integrados ao ensino médio na modalidade integral, por meio do baixo rendimento, das notas abaixo da média sete e do alto índice de reprovação ocorrido em 2016, comparado com os anos anteriores, que uma parcela significativa, mesmo os do curso Técnico em Informática, não utiliza as TICs como um recurso que pode ajudá-los em sua aprendizagem, vindo contribuir para as aulas dadas pelos discentes em sala”, explicou Adriana acerca dos objetivos e importância do projeto.

Pesquisa – Para a coleta de dados, foram utilizados como instrumento questionários aplicados aos docentes e aos discentes, visando conhecer o uso das TICs como uma estratégia didático-metodológica pelos docentes e como mais uma ferramenta de ensino pelos discentes.

“Após a análise dos questionários aplicados, notamos que alguns discentes utilizam tecnologias digitais em suas rotinas de estudo e que isso tem influência direta no aprendizado deles. Com o intuito de estimular a integração mais efetiva entre alunos e professores, direcionamos um local digital para esse relacionamento, o Edmodo. Essa tecnologia digital foi aderida por uma pequena parcela dos alunos envolvidos na pesquisa, pois, segundo eles, houve dificuldade para acessar a plataforma e esse meio era de uma acessibilidade menos favorável, uma vez que o aplicativo disponível não é compatível com todos os dispositivos celulares. Com isso, esses alunos propuseram a criação de um grupo no aplicativo WhatsApp e pediram que fossem postadas questões relacionadas ao conteúdo estudado em sala, além de que  fossem tiradas dúvidas de questões ou conteúdos enviados pelos próprios discentes”, concluiu a aluna.    

 

Virgínia Albuquerque
CCS/Campus Boa Vista Centro
21/10/2016

.