Comissões Internas de Qualidade de Vida dos Servidores realizarão ação alusiva ao Setembro Amarelo

por Virginia publicado 06/09/2016 17h05, última modificação 06/09/2016 18h48
Como parte da programação alusiva ao Setembro Amarelo, as Comissões Internas de Qualidade de Vida dos Servidores (CQVS) dos Campi Boa Vista Centro e Boa Vista Zona Oeste desenvolverão a campanha "IFRR na luta pela preservação da vida: porque viver sempre é a melhor opção", durante a qual serão realizadas algumas ações voltadas aos servidores e aos alunos das duas unidades

Como parte da programação alusiva ao Setembro Amarelo, as Comissões Internas de Qualidade de Vida dos Servidores (CQVS) dos Campi Boa Vista Centro (CBVC) e Boa Vista Zona Oeste (CBVZO) desenvolverão a campanha "IFRR na luta pela preservação da vida: porque viver sempre é a melhor opção", durante a qual serão realizadas algumas ações voltadas aos servidores e aos alunos das duas unidades.

Programação -  A primeira ação a ser realizada será a Roda de Conversa, no dia 12, segunda-feira, das 16h às 17h, na sala 305 do CBVC, com o tema "Fatores de risco e prevenção ao suicídio". Direcionada aos servidores, a atividade terá como mediadora a psicóloga Rosana Maria Luz Fernandes, do Departamento de Proteção Social Especial da Secretaria Estadual do Trabalho e Bem-Estar Social (Depse-Setrabes) e membro do Centro de Valorização da Vida (CVV). Na oportunidade, Rosana também divulgará os trabalhos do centro, que está em fase de implantação em Roraima.

O CVV funcionará graças aos serviços de voluntários que estão sendo selecionados e, posteriormente, serão capacitados para atender vítimas em situação de risco. A previsão de funcionamento do CVV é para o início de outubro, na sede do Centro Humanitário de Apoio à Mulher (Chame), localizada na Rua Coronel Pinto, 524, Centro, em uma sala reservada e com entrada independente. A proposta é que os voluntários trabalhem em regime de plantão de, pelo menos, quatro horas, uma vez por semana, atendendo pessoas em momentos de desespero por meio vários canais de comunicação a distância, como telefone, skype, chat, redes sociais, carta, ou mesmo pessoalmente.

A previsão é que outra Roda de Conversa seja realizada com os alunos do CBVC e do CBVZO, dirigida pela Coordenação de Assistência ao Estudante (Caes), no dia 16, sexta-feira, das 12h às 14h, voltada à discussão do mesmo tema.

Palestra – O Departamento de Ensino Técnico das Áreas de Gestão e Saúde (Deges), em conjunto com a Coordenação do Curso Técnico em Enfermagem, juntamente com os alunos do curso, também participará da campanha por meio da realização de uma palestra com o tema "Suicídio", no dia 14 de setembro, quarta-feira, das 14h às 16h, no auditório do CBVC.

A palestra terá como principal objetivo a conscientização sobre a prevenção ao suicídio. Visando alertar a população a respeito dos elevados índices de suicídio no estado, chamar a atenção para a importância da campanha e convidar o público interno a participar da palestra, os alunos, sob a coordenação da professora Janemere Soares, irão fazer uma panfletagem no dia 13, terça-feira, nos turnos vespertino e noturno.

Campanha - Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção ao suicídio, que tem como objetivo alertar a população a respeito da realidade do suicídio no Brasil e no mundo, bem como suas formas de prevenção. Ela ocorre no mês de setembro, desde 2014, por meio de identificação de locais públicos e particulares com a cor amarela e com ampla divulgação de informações. Inicialmente foi desenvolvida pela Associação Internacional para Prevenção do Suicídio (Iasp), pelos Centros de Valorização da Vida (CVVs), espalhados por todo o País, pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), mas hoje, com o aumento do número de casos de suicídio no Brasil, diversas instituições públicas e privadas abraçaram a causa e realizam campanhas internas, como é o caso do CBVC-IFRR.

Em Roraima – Em 2014, Roraima foi o segundo estado do País em morte por suicídio e, desde lá, ocupa o segundo lugar no rankig nacional, atrás apenas do Rio Grande do Sul. Já em 2015, o número de suicídios no estado subiu 40% durante os dez primeiros meses, em relação ao mesmo período do ano anterior, quando o Instituto Médico Legal (IML) registrou 39 casos de pessoas que tiraram a própria vida, contra 27 ocorrências em 2014. De acordo com o levantamento de perícias realizado pelo IML, em 2015 o mês de setembro foi o que registrou o maior número de suicídios, com seis casos.

As vítimas, em sua maioria, são  jovens do sexo masculino com idade de 15 a 30 anos , e a depressão é apontada como a principal doença que induz a vítima a tirar a própria vida. Os dados levam em consideração apenas as mortes ocorridas, especificamente, por enforcamento.

Para completar a ação da campanha "IFRR na luta pela valorização da vida: porque viver é sempre a melhor opção", solicita-se aos servidores que, no período de atividades internas, de 12 a 14 de setembro, vistam roupas na cor amarela. E, então, você vai ficar de fora? Entre também nessa luta!

 

Virginia Albuquerque
CCS/Campus Boa Vista Centro
6/9/2016