OUTUBRO ROSA - IFRR apoia a luta pelo combate ao câncer de mama

por Virginia publicado 05/10/2016 13h40, última modificação 05/10/2016 13h39
Este mês é dedicado a mais uma campanha de sensibilização para a prevenção de doenças, dessa vez é o combate ao câncer de mama que está em destaque com o Outubro Rosa. E diante da importância dessa luta pelo combate a uma das formas mais devastadoras de câncer que acometem mulheres de várias idades, o IFRR, por meio das Comissões Internas de Qualidade de Vida (CQVS) nos campi entra nessa luta e visa sensibilizar às servidoras e alunas quanto à importância da adoção de hábitos relacionados à prevenção.

Este mês é dedicado a mais uma campanha de sensibilização para a prevenção de doenças, dessa vez é o combate ao câncer de mama que está em destaque com o Outubro Rosa. E diante da importância dessa luta pelo combate a uma das formas mais devastadoras de câncer que acometem mulheres de várias idades, o IFRR, por meio das Comissões Internas de Qualidade de Vida (CQVS), nos campi, entra nessa luta e visa sensibilizar às servidoras e alunas quanto à importância da adoção de hábitos relacionados à prevenção.

Dentre os métodos de prevenção mais indicados estão: a prática do autoexame e visitas regulares ao médico especialista para fazer a mamografia e, em alguns casos, também a ultrassonografia.

Na opinião da diretora-geral do Campus Boa Vista Centro (IFRR-CBVC), professora Joseane de Souza Cortez, o mês de outubro simboliza o alerta a todas as mulheres frente à ação de prevenção contra o câncer, porém esta atitude precisa fazer parte da rotina da mulher, em qualquer época, independente, da campanha. “Ainda é necessário se eleger um mês para massificar a divulgação de politicas e espaços que induzam a mulher a pensar sobre este ato, no entanto, destacamos a importância da prevenção de forma permanente”, ressaltou a gestora.

Inca - De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, o movimento conhecido como Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença. Desde 2010, o Inca participa do movimento, promovendo espaços de discussão sobre câncer de mama, divulgando e disponibilizando seus materiais informativos, tanto para profissionais de saúde quanto para a sociedade.

Sabe-se que não existe uma causa única para o câncer de mama, que é mais comum em mulheres (apenas 1% dos casos são diagnosticados em homens) e tem na idade um dos mais importantes fatores de risco para a doença. Cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos. O câncer de mama de caráter genético ou hereditário corresponde a apenas 5% a 10% do total de casos da doença.

O IFRR-CBVC convida toda a comunidade acadêmica a aderir à campanha como forma de contribuir com a disseminação da cultura da prevenção e a consequente diminuição de casos da doença.

 

VIRGINIA ALBUQUERQUE

CCS/Campus Boa Vista Centro, com informações do INCA (http://www.inca.gov.br/wcm/outubro-rosa/)

5/10/2016