Professora e aluna do Campus Boa Vista Centro participam da XIII Jornada Espacial

por Virginia publicado 01/12/2015 15h55, última modificação 02/12/2015 09h48
A aluna Rebeca Dias Souza e a professora Cristiane Pereira de Oliveira, do Campus Boa Vista Centro do Instituto Federal de Educação de Roraima, estão na XIII Jornada Espacial, que ocorre até o dia 5 de dezembro, sábado, em São José dos Campos (SP), com vasta programação envolvendo palestras sobre satélites, foguetes, Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), lançamento de foguetes e visitas ao ITA, ao Laboratório de Integração e Testes do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e ao Memorial Aeroespacial Brasileiro (MAB), além de outras atividades.

A aluna Rebeca Dias Souza e a professora Cristiane Pereira de Oliveira, do Campus Boa Vista Centro do Instituto Federal de Educação de Roraima, estão na XIII Jornada Espacial, que ocorre até o dia 5 de dezembro, sábado, em São José dos Campos (SP), com vasta programação envolvendo palestras sobre satélites, foguetes, Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), lançamento de foguetes e visitas ao ITA, ao Laboratório de Integração e Testes do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e ao Memorial Aeroespacial Brasileiro (MAB), além de outras atividades.

fotocristiane1.jpg
Aluna Rebeca Dias na solenidade de abertura, no auditório do ITA

A Jornada Espacial é uma premiação para alunos que se destacaram na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Aeronáutica (OBA). Nela, os estudantes e respectivos professores visitam o Polo de Tecnologia Aeroespacial de São José dos Campos e interagem com os pesquisadores e técnicos que lá atuam. É o caso da aluna Rebeca, que teve excelente desempenho na OBA.

Em 2014, foram para a XII Jornada Espacial, no período de 16 a 21 de novembro, em São José dos Campos-SP, o aluno Jonathas Sousa Santana e a professora do Campus Boa Vista Centro Cintiara Maia Souza.

Sobre a Jornada Espacial – Desde 2004, o Programa AEB Escola, da Agência Espacial Brasileira (AEB), desenvolve atividades com o objetivo de levar a temática espacial às salas de aula e divulgar amplamente o Programa Espacial Brasileiro, buscando, por meio de suas ações, despertar o interesse dos jovens pelas ciências e contribuir para a revelação de novos talentos na área.

Nesse contexto, desde 2005, o programa realiza a Jornada Espacial, que é um evento promovido anualmente em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), com o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) e com o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), que fica no Rio Grande do Norte.

Realizada no segundo semestre de cada ano, a Jornada Espacial tem como público-alvo os alunos que obtiveram melhores resultados nas questões de Astronáutica na prova da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Eles são convidados a participar, juntamente com seus professores, de uma semana de atividades voltadas para a temática das ciências espaciais.

Até 2012, a Jornada Espacial foi realizada somente na cidade de São José dos Campos (SP), considerada o polo das atividades espaciais no Brasil. Em 2013, além da cidade paulista, a cidade de Natal (RN)  foi palco de uma das edições do evento, no Centro de Lançamento da Barreira do Inferno.

Em 2014, também foram realizadas duas edições do evento, a XI Jornada Espacial, no período de 16 a 21 de novembro, em São José dos Campos (SP), e a XII Jornada Espacial, de 7 a 12 de dezembro, na cidade de Natal (RN).

cristiane2.jpg
Professora Cristiane com o palestrante Dr. Clézio Marcos de Nardin, no Inpe.

Nos dois eventos, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer as atividades espaciais nacionais por meio de palestras, oficinas e visitas às instalações do DCTA e do Inpe, em São José dos Campos (SP), e do CLBI, em Natal (RN). Entre as palestras, destacaram-se a do astronauta brasileiro Marcos Pontes e as de especialistas do Inpe, do IAE, do ITA,  do CLBI e da AEB. Nas palestras, foram abordadas as temáticas relativas a astronomia, a foguetes, a satélites e suas aplicações. Quanto às oficinas, destacaram-se as de astronomia, interpretação de imagens de satélites e a de construção e lançamento de foguetes produzidos com garrafas PET.

Além da AEB, do DCTA, do CLBI e do Inpe, apoiam ou já apoiaram a Jornada Espacial a Associação Aeroespacial Brasileira (AAB), a TV Vanguarda, a Fundação Estudar, a Universidade de Brasília (UnB), a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), o Colégio Embraer Juarez Wanderley e a Prefeitura de São José dos Campos, por meio da Secretaria Municipal de Educação.

 

Virginia Albuquerque com informações da http://aebescola.aeb.gov.br/index.php/jornada

CCS/Campus Boa Vista Centro

1/12/2015