Alunos do curso Técnico em Agroindústria realizam ações nos Municípios de Caracaraí e Rorainópolis

por Márcio Mota publicado 08/07/2016 11h43, última modificação 08/07/2016 11h43
Para falar sobre a importância das práticas de higiene e processamento pós-colheita, os estudantes do curso Técnico em Agroindústria do Campus Novo Paraíso do Instituto Federal de Roraima (CNP-IFRR), sob a orientação dos professores Daniel Chiaradia Oliveira e Tassiane dos Santos Ferrão, realizaram ações durante os dias 6 e 7 de julho, em escolas municipais e estaduais nas Vilas Novo Paraíso e Martins Pereira, e na sede no Município de Rorainópolis.

Para falar sobre a importância das práticas de higiene e processamento pós-colheita, os estudantes do curso Técnico em Agroindústria do Campus Novo Paraíso do Instituto Federal de Roraima (CNP-IFRR), sob a orientação dos professores Daniel Chiaradia Oliveira e Tassiane dos Santos Ferrão, realizaram ações durante os dias 6 e 7 de julho, em escolas municipais e estaduais nas Vilas Novo Paraíso e Martins Pereira, e na sede no Município de Rorainópolis.

Nas três localidades, a equipe do CNP processou melanciais cultivadas na própria unidade na presença dos alunos, para demonstrar as etapas do processamento da fruta, em especial a higienização, que garante a qualidade sensorial do produto e a segurança alimentar.

Na Vila Novo Paraíso, as informações foram prestadas aos estudantes das escolas Padre Calleri e Francivan do Nascimento Lopes. Também receberam a equipe do CNP os alunos da Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Professora Terezinha de Jesus, localizada na Vila Martins Pereira.

As ações finalizaram na sede do Município de Rorainópolis, atendendo os discentes das escolas Joselma Lima de Souza e José de Alencar. O professor Daniel Oliveira explicou que “a atividade só foi possível graças aos alunos do IFRR, que participaram ativamente das etapas de cultivo, controle de pragas e doenças, colheita e processamento da melancia”.

De acordo com a professora Tassiane Ferrão, é necessário que as pessoas compreendam que, antes de a fruta ser cortada, ela precisa passar por uma assepsia, para garantir a segurança do consumo. “Portanto, a nossa proposta foi justamente trazer informações para que cada um possa adotar práticas corretas de higiene de alimentos em casa”, disse. 

No final, os estudantes das escolas municipais e estaduais das localidades visitadas puderam saborear as melancias produzidas e processadas pelos alunos do Campus Novo Paraíso. 

Laura Veras

CCS/CNP

08/07/2016

« Agosto 2017 »
month-8
Se Te Qu Qu Se Sa Do
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3
  

Guia de Recolhimento da União