ESPORTE E LAZER - Lançamento de Centro de Desenvolvimento em Roraima marca encerramento do V Forint

por Sheneville Cunha de Araújo publicado 30/11/2016 18h30, última modificação 30/11/2016 22h08
O Cedes está instalado no Campus Boa Vista Centro do IFRR e já tem duas pesquisas na área de esporte e lazer em andamento.
ESPORTE E LAZER - Lançamento de Centro de Desenvolvimento em Roraima marca encerramento do V Forint

O professor doutor em Políticas Públicas para o Esporte da Universidade Federal de Sergipe Ailton Fernando Santana de Oliveira conduziu a palestra de lançamento do Cedes em Roraima



A última tarde do V Forint (Fórum de Integração do IFRR) foi marcada pelo lançamento do Centro de Desenvolvimento de Esporte Recreativo e Lazer (Cedes) em Roraima, uma das 27 unidades implantadas, por meio de ação programática do Ministério do Esporte, em todo o País.

O Cedes-RR funcionará no Instituto Federal de Roraima (IFRR), que teve proposta selecionada no ano de 2015 para o desenvolvimento de pesquisas para a formulação de políticas públicas na área de esporte e lazer em Roraima.

A oficialização da criação do centro no estado foi conduzida por meio da palestra “Esporte e Lazer – O que temos e o que queremos? Diagnóstico para conhecer a realidade”, ministrada pelo especialista em Treinamento de Alto Rendimento, mestre em Educação Física e doutor em Educação na área de Políticas Públicas para o Esporte da Universidade Federal de Sergipe (UFS) Ailton Fernando Santana de Oliveira.

Durante a palestra, que abordou a importância de os gestores públicos saberem quais são as práticas esportivas e de lazer utilizadas pela população de Roraima e conhecerem quem são os praticantes dessas atividades, Oliveira destacou que esse tipo de pesquisa precisa ser feito e constantemente atualizado em razão da necessidade de buscar mais recursos públicos e aplicá-los devidamente no setor.

“Sempre ouvimos, em épocas eleitorais, que o esporte será prioridade nas gestões. E comprovamos constantemente, por meio de estudos e pesquisas, aqui mesmo durante o Fórum do IFRR, como demonstraram os diversos trabalhos de Educação Física apresentados,  que o esporte é remédio para muita coisa. Ele contribui para a redução de gastos com a saúde e tira muita gente da rua, influenciando na segurança pública, sem falar que também contribui para a educação. No entanto,  é deixado de lado na hora de construir políticas públicas de desenvolvimento nas cidades e nos estados. Portanto, não precisamos apenas mostrar que o esporte é bom, que é importante, mas também provar”, destacou, enfatizando a importância da implantação e da sobrevivência dos Cedes no Brasil, onde apenas 1% do Produto Interno Bruto (PIB) é destinado para investimentos na área.

O coordenador da Rede Cedes em Roraima, professor doutor Gilberto Pivetta Pires, acredita que essa será uma nova possibilidade de atuação para a formulação de políticas públicas de esporte e lazer dentro do estado, já havendo duas pesquisas em andamento no Centro voltadas para o diagnóstico estrutural dos espaços públicos onde são praticadas as atividades nessa área e para a elaboração do perfil dos praticantes.

“Temos prevista já para 2017 a publicação de um informativo com o resultado das pesquisas desenvolvidas no Cedes, além da realização do primeiro Seminário de Políticas Públicas para o Esporte e o Lazer em Roraima”, comentou.

O diretor de Extensão do Campus Boa Vista Centro (CBVC) do IFRR, onde fica sediado o Cedes, Ananias Noronha, acredita que o centro deverá atender não só à necessidade de pesquisa, mas também projetar para Roraima, por meio de pesquisas desenvolvidas no instituto, um produto que vai qualificar a prática do esporte e do lazer, beneficiando a população.

“Cada vez mais vemos que o número de praticantes de atividades físicas e lazer em espaços abertos está aumentando. Um exemplo disso são os grupos de corrida. É muito importante essa contribuição que o IFRR vai dar para o suporte por meio de pesquisas que nortearão o esporte e o lazer em nosso estado”, declarou Noronha.

A pró-reitora de Pesquisa do IFRR, Fabiana Leticia Sbaraini, garantiu que o instituto dará todo o suporte para o desenvolvimento dos trabalhos demandados pelo centro, pois a direção da instituição acredita que discutir politicas de esporte e lazer resultará em diversos benefícios para a sociedade.

“O centro ainda está em fase embrionária, mas tenho certeza de que tem muito a crescer e que, por meio da discussão de políticas públicas e da realização de pesquisas nessa área do esporte e do lazer, contribuiremos com novos rumos para a sociedade”, destacou.

 

Objetivos da Rede Cedes

◦Produzir pesquisas induzidas e semi-induzidas, visando maximizar o acesso ao conhecimento científico e tecnológico nas áreas da gestão do esporte recreativo e do lazer;

◦Difundir os resultados dos estudos e das pesquisas realizados pela Rede Cedes.

Finalidades da Rede Cedes

1. Fomentar a produção e a difusão do conhecimento científico -tecnológico voltado para a gestão de políticas sociais de esporte e de lazer;

2.Estimular estudos sobre o esporte recreativo e o lazer, considerando as nove linhas temáticas definidas pelo Edital da Rede Cedes, visando à formulação e à gestão de políticas públicas, mediante a elaboração de diagnósticos e recomendações decorrentes da avaliação dessas atividades, bem como ao estabelecimento de indicadores de desempenho em todo o País;

3.Qualificar gestores e agentes sociais de esporte e de lazer responsáveis pela oferta dos serviços de esporte e lazer à população;

4.Celebrar convênios com instituições nacionais e internacionais, mediante ações de cooperação institucional, técnico-científico-cultural e financeira.

 

Sheneville Araújo
Fotos: João Baraúna
Assessoria/V Forint
30/11/16