Mesa-redonda vai discutir o papel dos trabalhadores da educação profissional tecnológica

por Sheneville Cunha de Araújo publicado 28/11/2016 18h06, última modificação 28/11/2016 18h06
A mesa-redonda será sobre o eixo “Trabalhadores EPT: Tensões Identitárias”, das 8h às 10h, no auditório.

No segundo dia do V Fórum de Integração do IFRR (Forint), que ocorre nesta terça-feira, dia 29, no Campus Boa Vista Centro do Instituto Federal de Roraima, a programação inicia-se com a mesa-redonda sobre o eixo “Trabalhadores EPT: Tensões Identitárias”, das 8h às 10h, no auditório. O evento termina dia 30 de novembro.


Os debatedores serão o doutor Edvaldo Pereira da Silva, ex-reitor do IFRR, a doutora Jocelaine Oliveira dos Santos, do Campus Boa Vista Centro, e o mestre Luiz Augusto Caldas Pereira, do Instituto Federal Fluminense. A mediadora da mesa será a doutora Maria Eliselda Ferreira Correia, professora do Campus Amajari.


De acordo com o presidente da Comissão Organizadora, Tomás Armando Dal Pozo Hernández, essa mesa vai discutir o papel dos trabalhadores da educação profissional tecnológica, sejam eles técnicos administrativos, sejam professores, sejam gestores, que também terão espaço nos debates. “Esse eixo vai discutir a relação entre esses servidores, quais os papéis que desempenham na instituição e qual a barreira enfrentada por eles”, disse.


A quinta edição do Forint tem como o tema “Integrando saberes: o sentido e a identidade do IFRR”, dividido em quatro eixos temáticos, que vão nortear as atividades: Eixo 1: Egressos: o olhar do outro; Eixo 2: Outros sujeitos, outros saberes; Eixo 3: Trabalhadores EPT: tensões identitárias; e Eixo 4: Impactos sociais e alternativas para mudança.


O Fórum de Integração é um evento institucional, realizado anualmente, organizado por todos os campi do IFRR. Neste ano, o CBVC organiza e sedia o evento, cujo objetivo é discutir, problematizar e apresentar os problemas enfrentados, e buscar identificar o retorno da escola à sociedade.


“Nos quatro eixos, discutiremos o que estamos fazendo de positivo e negativo, ou seja, faremos uma discussão interna do nosso fazer. Pretendemos entender qual é o retorno que damos à sociedade, qual é o nosso papel, e se ele está sendo cumprido”, explicou Hernández.


A programação está disponível no site http://www.ifrr.edu.br/forint/v-forum-de-integracao/o-evento.

 


Rebeca Lopes
Assessoria Forint
28/11/16