'Pesquisas devem impactar no social', diz Jaci Lima, pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação Tecnológica

por Virginia publicado 23/04/2015 15h45, última modificação 19/05/2015 17h03
Neste mês de abril foram realizados vários fóruns internos do IFRR, dentre eles o Fórum Interno de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação Tecnológica (FIPPI), o qual reuniu membros da área de pesquisa da Reitoria e de todas as unidades do IFRR, com o objetivo de discutir políticas, implementar ações que venham a mudar os rumos da pesquisa, ampliar os programas de pós-graduação e promover a inovação com vistas ao avanço tecnológico e ao progresso científico no âmbito do IFRR
'Pesquisas devem impactar no social', diz Jaci Lima, pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação Tecnológica

O principal objetivo do fórum é discutir políticas e implementar ações que venham a mudar os rumos da pesquisa.

Neste mês de abril foram realizados vários fóruns internos do IFRR, dentre eles o Fórum Interno de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação Tecnológica (FIPPI), o qual reuniu membros da área de pesquisa da Reitoria e de todas as unidades do IFRR, com o objetivo de discutir políticas, implementar ações que venham a mudar os rumos da pesquisa, ampliar os programas de pós-graduação e promover a inovação com vistas ao avanço tecnológico e ao progresso científico no âmbito do IFRR.

O reitor do IFRR, professor Ademar de Araújo Filho, destacou, dentre diversos pontos importantes para o desenvolvimento da pesquisa, a formação docente e discente, bem como as metas para oferta e ampliação do número de vagas em cursos de mestrado e doutorado, inclusive com destaque para a verticalização das formações.

Já o pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação, Jaci Lima, enfatizou a necessidade de se promover pesquisas que versem sobre temas de relevância social,  as quais devem impactar, sobretudo, na proposição de alternativas para a melhoria da qualidade de vida das populações mais carentes. E, ainda, que as pesquisas resultem  em projetos de cunho inovadores, passíveis de registros de propriedade intelectual, o que alavancaria a pesquisa não só no âmbito do IFRR, mas da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica.

Com relação à inovação o Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT/IFRR), vem trabalhando no sentido de legalizar todos os processos internos para reconhecimento de patentes, uma vez que, existem muitos projetos de pesquisa de iniciativa de alunos e professores de cunho inovadores que exigem especial atenção por parte do núcleo. O NIT está em fase de elaboração da Política de Propriedade Intelectual e já disponibilizou para avaliação e sugestões da comunidade acadêmica a minuta do referido documento.

Outros importantes temas foram debatidos como a necessidade de integrara cada vez mais o tripé ensino x pesquisa x extensão; a captação externa de recursos para financiamento de pesquisas; a verticalização da pós-graduação; o novo formato da Revista Norte Científico, agora na versão digital, bem como a reformulação de resoluções e editais para concessão de bolsas de pesquisa.

Virginia Albuquerque

CCS/Reitoria

23/04/2015

« Dezembro 2016 »
month-12
Se Te Qu Qu Se Sa Do
28 29 30 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1