Certificados 184 professores indígenas na região do Baixo São Marcos

por Virginia publicado 03/11/2015 15h25, última modificação 03/11/2015 16h08
O Instituto Federal de Roraima (IFRR) certificou 184 gestores e professores indígenas de dez comunidades da região do Baixo São Marcos, localizadas na área rural de Boa Vista, por terem concluído o Curso de Elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP), integrante da Ação 20RJ. A solenidade de ceritificação foi realizada na manhã do último dia 28, na Comunidade do Lago Grande, com a presença de gestores do IFRR e da Secretaria Estadual de Educação e Desporto (Seed), além de líderes e professores indígenas.

O Instituto Federal de Roraima (IFRR) certificou 184 gestores e professores indígenas de dez comunidades da região do Baixo São Marcos, localizadas na área rural de Boa Vista, por terem concluído o Curso de Elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP), integrante da Ação 20RJ. A solenidade de ceritificação foi realizada na manhã do último dia 28, na Comunidade do Lago Grande, com a presença de gestores do IFRR e da Secretaria Estadual de Educação e Desporto (Seed), além de líderes e professores indígenas.

O curso foi executado pelo Campus Boa Vista Centro em parceria com a Seed, por meio da Divisão de Educação Indígena, e teve carga horária de 200 horas.

Para a professora Josefa Ednalva de Azevedo Vieira, a Ação 20RJ é importante não só para os indígenas, mas também para o IFRR, pois o curso vai contribuir para a consolidação da proposta pedagógica e da política educacional das comunidades participantes. “Algumas escolas já estavam com o trabalho de elaboração do PPP em andamento, e outras iniciaram com a capacitação. O importante é que, a partir de agora, irão trabalhar com propriedade, uma vez que os conhecimentos adquiridos vão somar-se à experiência docente”, salientou.

Na opinião da diretora do Departamento de Gestão do Interior da Seed, Eremilda Silveira Rocha, o curso veio em um momento muito importante, quando os gestores e os educadores de todo o Brasil estão trabalhando na construção da Base Nacional Comum, e os indígenas participantes estarão preparados para contribuir para esse processo.

O curso – O Curso de Elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) teve como principal objetivo capacitar os docentes das escolas estaduais indígenas, tornando-os aptos a participar da construção do documento que norteará as ações, os programas e os projetos da escola. Trata-se da principal  ferramenta relacionada à política educacional a ser implementada por cada instituição de ensino.

Para o segundo tuxaua da Comunidade Lago Grande, Carlos Cley Magalhães Horácio, é uma enorme satisfação receber o IFRR em um momento fundamental para a educação dos povos indígenas da região. “É a primeira vez que recebemos uma equipe do IFRR aqui em nossa comunidade e, por isso, estamos muito felizes. Estamos certos de que essa certificação será de suma importância não só para os professores, mas também para nossos alunos, que serão beneficiados com a conclusão do Projeto Político Pedagógico das escolas indígenas”, disse entusiasmado o líder indígena.

Assim como o tuxaua Carlos Cley, o professor de Língua Macuxi Valdemir Raposo da Silva se diz realizado com a certificação. “Para nós, indígenas, participar de cursos como esse é uma oportunidade ímpar, a qual não podemos desperdiçar, pois é muito difícil alguma instituição vir até as comunidades ensinar os professores indígenas. Agora estamos mais preparados para contribuir para a elaboração do PPP”, enfatizou.

Valdemir é indígena da região Raposa Serra do Sol, mas leciona na Comunidade Lago Grande há três anos. Diz que, assim como ele, os outros indígenas sentem muita dificuldade em participar dos momentos coletivos de construção das políticas educacionais e das ações de revitalização da língua materna, já que não dominam os conhecimentos da área pedagógica. Por isso, pede às autoridades que ofereçam cursos de formação de professores e licenciaturas para que os professores indígenas possam elevar sua escolaridade e contribuir, de forma mais efetiva, para a construção das propostas pedagógicas e das políticas educacionais voltadas aos povos indígenas.

A pró-reitora de Ensino do IFRR, professora Ivone Mary Medeiros, também falou sobre a relevância  da certificação. “Esse é o encerramento de mais uma etapa para vocês, que são os grades protagonistas desse processo. Apesar das dificuldades, todos venceram o desafio com louvor. É gratificante ver o compromisso que vocês têm com a educação, pois nem mesmo os entraves e as questões burocráticas os fizeram desistir. Destaco também o compromisso do IFRR, como instituição de ensino empenhada nas questões educacionais indígenas, e informo que outras ações serão desenvolvidas, a exemplo dos Saberes Indígenas na Escola, já em andamento, com a elaboração das gramáticas das línguas indígenas. Portanto, esperamos nos encontrar em outros momentos de formação e de certificação, pois, para nós, é uma satisfação e um orgulho estarmos aqui”, enfatizou.

Virginia Albuquerque

CCS/Reitoria

03/11/2015

« Dezembro 2016 »
month-12
Se Te Qu Qu Se Sa Do
28 29 30 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1