Colam grau mais três alunas do Curso de Licenciatura em Língua Espanhola

por Virginia publicado 19/02/2015 16h55, última modificação 19/02/2015 16h58
A primeira outorga de grau do ano de 2015 do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR), referente ao ano letivo de 2014, ocorreu na última quinta-feira (12), no Gabinete da Reitoria.
Colam grau mais três alunas do Curso de Licenciatura em Língua Espanhola

As graduandas Ana Célia Ribeiro Gomes, Sandra Cristina da Silva e Marinalva Bezerra da Silva concluíram suas licenciaturas em Língua Espanhola pelo Programa Nacional de Formação da Educação Básica (Parfor) no Câmpus Boa Vista.

 

A primeira outorga de grau do ano de 2015 do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR), referente ao ano letivo de 2014, ocorreu na última quinta-feira (12), no Gabinete da Reitoria.

 O ato foi conduzido pelo reitor do IFRR, Ademar de Araújo Filho.  Participaram também da solenidade o diretor-geral do Câmpus Avançado do Bonfim, Arnóbio de Magalhães, e a coordenadora do Núcleo de Programas e Projetos do Ensino do IFRR, Raimunda Rodrigues, representando a Pró-Reitoria de Ensino (Proen).

As graduandas Ana Célia Ribeiro Gomes, Sandra Cristina da Silva e Marinalva Bezerra da Silva concluíram suas licenciaturas em Língua Espanhola pelo Programa Nacional de Formação da Educação Básica (Parfor) no Câmpus Boa Vista. Essa é a segunda graduação de Marinalva e, segundo ela, é uma experiência gratificante ter uma formação em um idioma de um país que faz fronteira com o estado onde mora. “Pretendo seguir a carreira de docente, pois o que aprendi aqui nesta instituição de ensino me deixou capacitada para ser professora. Não é fácil essa tarefa, é um desafio constante. Às vezes, dá vontade de desistir, mas, quando a gente chega a um momento como este, percebe que vale a pena”, concluiu a formanda.

Para o reitor Ademar de Araújo Filho, capacitar futuros docentes é muito gratificante para o Instituto Federal de Roraima.  “Estamos em processo de implantação das escolas de fronteira, e a língua espanhola tem seu espaço natural em nosso estado, assim como o inglês. Nós recebemos recentemente a visita do cônsul-geral de Cuba, cujo consulado fica em Manaus, e conversamos sobre um possível intercâmbio nas áreas científica, tecnológica e pedagógica entre a nossa instituição e as cubanas, e isso para fortalecer ainda mais os nossos cursos”, finalizou o reitor.

Nenzinho Soares

CCS/Reitoria

Data: 19/2/2015

« Dezembro 2016 »
month-12
Se Te Qu Qu Se Sa Do
28 29 30 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1