Eixos

por Isabel Sornberger publicado 09/09/2016 22h10, última modificação 09/09/2016 22h10

Existem diferentes modalidades de participação no V Fórum de integração do IFRR “Integrando Saberes: sentido e identidade”:Apresentador de comunicação em Sala Temática; Oficineiro, Apresentador de Pôster e participante (ouvinte). Todos os trabalhos apresentados (Comunicações Orais, Oficinas e Pôsteres) devem ser submetidos dentro de um eixo temático do evento. Sendo eles:

EIXO TEMÁTICO 1

EGRESSOS: o olhar do outro: “Essa temática se propõe a debater o papel social dos IFs, na perspectiva de formar profissionais cada vez mais capacitados para interpretar e atuar com competência na realidade produtiva no mundo do trabalho. Assim, procura-se identificar as dificuldades e discutir as reflexões que possam fortalecer o papel social dos Institutos Federais de Educação. Neste sentido, esse eixo busca discutir a inserção e manutenção dos alunos no campo de trabalho, do ensino, da pesquisa e extensão de forma efetiva, identificando-se em referência ao perfil acadêmico e profissional, proporcionando uma formação que atenda às diferentes demandas regionais, o que exige soluções coletivas e com abrangência no campo das políticas nacionais e internacionais, favorecendo uma integração de culturas e saberes, com base no respeito às identidades culturais. Por isso, intenta-se um debate que preencha as perspectivas da educação tecnológica e que possibilite reflexões a partir de outros olhares, abrindo portas à uma profissionalização inovadora, vindo contribuir fortemente para um avanço na qualidade do ensino profissional no país como um instrumento de promoção da integração sociocultural, posta a vencer os desafios em relação às demandas socioeconômicas atuais.”

EIXO TEMÁTICO 2

Outros sujeitos, outros saberes: "As discussões dessa temática baseiam-se nos princípios da pesquisa qualitativa na forma de estudo teórico ou relato de experiências em eixos tematizados que discutam a diversidade, gênero, cultura, preconceitos, saberes, ancorados a uma concepção ampla de educação no campo social que é também um ato político; práticas de ensino, pesquisa e extensão que se constituam pela atitude de abertura e acolhimento a um corpo de saberes transdisciplinares. Interessa-nos um olhar diferenciado cujo foco deve se voltar para o diálogo das práticas sociais travadas no IFRR e nas suas relações com outras linguagens, outras estéticas, outras culturas, permitindo saberes outros".

 EIXO TEMÁTICO 3

TRABALHADORES  EPT:  tensões identitárias: Este eixo temático propõe-se a discutir a relação entre os educadores da Educação Profissional e Tecnológica e suas tensões identitárias, buscando compreender como esse profissional se constitui no bojo das inúmeras questões que envolvem os IFs. Os Institutos Federais, como espaço de atuação desses profissionais, têm passado por inúmeras alterações em sua forma de estar na sociedade e, obviamente, essas alterações impactam na forma como os sujeitos servidores constroem a sua prática profissional e suas relações identitárias. Assim, esse eixo contemplará debates, trabalhos e reflexões que se debrucem em entender como os educadores EPT experienciam as múltiplas dimensões das suas identidades no contexto da Educação Profissional e como as tensões identitárias fazem parte desse cotidiano, trazendo à tona outros olhares sobre tais desafios, contemplando as relações com o mundo do trabalho, de poder, de (in)satisfação profissional e de saberes inerentes às práticas desse coletivo profissional, transcendendo as questões que se vinculam meramente aos procedimentos e técnicas educacionais.”

EIXO TEMÁTICO 4

Impactos sociais e alternativas para mudança:  Este eixo temático tem como principal objetivo abordar questões pertinentes aos impactos sociais e às alternativas de mudança advindos das ações de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas no IFRR. Nessa perspectiva, pretende-se promover a reflexão e a análise de experiências relacionadas aos seguintes conteúdos: As pesquisas que impactam diretamente no ensino; Os resultados das pesquisas executadas no âmbito dos programas institucionais de ensino, pesquisa e extensão do IFRR; Os impactos da pesquisa aplicada e da inovação tecnológica nos arranjos produtivos locais e sociais e; As possibilidades de desenvolvimento de Tecnologias Sociais no IFRR, partindo do entendimento dessas tecnologias como produtos, técnicas ou metodologias reaplicáveis e inovadoras, que se desenvolvem na interação com a comunidade e que devem representar efetivas soluções de transformação social às diversas realidades em que se aplicam.”