PROJETO DE BEM COM A VIDA – Evento de 17 de novembro será alusivo ao Dia da Consciência Negra

por Rebeca publicado 12/11/2020 08h45, última modificação 12/11/2020 14h22
"Negritude, qualidade de vida e fatores associados" e "A mulher negra e o mercado de trabalho" são os temas do evento virtual

Comemorado em 20 de novembro, o Dia da Consciência Negra terá edição especial do projeto De Bem com a Vida, da Coordenação de Qualidade de Vida e Saúde do Servidor (CQVSS) do Instituto Federal de Roraima. O evento ocorre dia 17 de novembro, a partir das 15 horas, pelo Google Meet, e a participação é aberta a interessados.

A atividade terá a participação de professores doutores do IFRR. São eles: Amarildo Ferreira, do Campus Avançado Bonfim (CAB), que abordará o tema "Negritude, qualidade de vida e fatores associados", e Edileusa de Jesus dos Santos, do Campus Novo Paraíso (CNP), que vai conversar sobre "A mulher negra e o mercado de trabalho".

A programação tem o intuito de problematizar a inserção do negro na sociedade brasileira, como forma de fomentar o debate, a reflexão e a conscientização em torno de questões como racismo, discriminação, igualdade social, inclusão de negros na sociedade e cultura afro-brasileira.

Conforme a psicóloga da CQVSS Amanda Karine Monteiro de Lima, a proposta parte do princípio fundamental que impõe a necessidade de discussão em torno de temas sensíveis e necessários, ainda hoje, de ponderações de pensamento, principalmente quando se evidencia a existência de estruturas excludentes. Essas estruturas reproduzem e perpetuam o racismo nos diversos setores e instituições da sociedade.

“Nesse contexto, é importante destacar que o racismo se refere a uma sequela decorrente dessa factual estrutura social que nos rodeia e que, na sutileza das relações, perpassam os meandros econômicos, jurídicos, políticos, institucionais e, inclusive, familiares, fundando-se no que se denomina de racismo estrutural”, disse Amanda.

Para a psicóloga, o simples ato de problematizar questões sensíveis e reais no cotidiano da vida de muitos indivíduos e sujeitos de direito compõe o primeiro passo para a implementação de fissuras nas estruturas de pensamento e no modo de agir de determinados sujeitos e instituições. “Visto que os comportamentos individuais, bem como os processos institucionais, via de regra, são provenientes de uma lógica que encara o racismo como regra e não como exceção”, comentou.

PROGRAMAÇÃO – Na palestra “Negritude, qualidade de vida e fatores associados”, o professor Amarildo Ferreira fará uma breve discussão da realidade estrutural do racismo no Brasil, destacando alguns aspectos históricos que marcam a inserção de mulheres e homens negros no País e alguns dados que estão relacionados de forma ampla à qualidade de vida desses sujeitos (saúde, situação econômica, violências, etc.).

A partir disso, o palestrante vai discorrer sobre o que é negritude, como processo de construção de capacidades de se conhecer e afirmar-se como negro, e refletir como o IFRR pode se engajar institucionalmente para contribuir para esse processo, seja orientando-se internamente em relação a seus estudantes, servidores e colaboradores, seja externamente, no diálogo com a sociedade e no entendimento do espaço que o Estado de Roraima ocupa em relação a essa temática.

Na participação da professora Edileusa Santos, que abordará o tema “A mulher negra e o mercado de trabalho”, vai ser discutida, a partir de estatísticas, a luta constante da mulher negra para ter um trabalho digno, melhorar as condições de serviço e ser reconhecida como profissional, garantindo, assim, direitos que lhe vêm sendo tirados. O debate quer trazer à reflexão a necessidade de acabar com a exclusão no mercado de trabalho, onde as mulheres negras ocupam espaços menos privilegiados, um reflexo do Brasil Colonial.

                                                                                        

Ascom/Reitoria
Texto: Rebeca Lopes
Colaboração: Amanda Monteiro de Lima
Fotos: Arquivo/Gildo Júnior/IFRR
12/10/2020
« Novembro 2020 »
month-11
Do Se Te Qu Qu Se Sa
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 1 2 3 4 5